Eu não estou neste mundo para viver as suas expectativas.
E você não está neste mundo para viver as minhas.
Você é você, e eu sou eu,
E, se por acaso, nós nos encontrarmos, será ótimo.
Se não, nada se pode fazer. [Pearls]

É importante este desprendimento...isso é liberdade, amor, verdade....
muito além da nossa compreensão, e das nossas possibilidades mortais...
É importante o ato de sabermos que só estamos junto de algo
ou de alguém por que de fato queremos estar...
É importante saber que somos livres para ir e vir...

domingo, 26 de dezembro de 2010

números... eles dizem... rs


Segundo os conceitos Numerológicos, o seu mapa indica que você é uma pessoa independente, que sabe ser desprendida(o) e versátil. Necessita estar sempre em liberdade, buscando independência em todas as áreas de sua vida. E assim tem que ser. Seu Mapa indica a necessidade de mudanças e de transformações durante toda a sua vida, porém, existem dois aspectos importantes nessas mudanças.
Por um lado, você veio para uma vida de conciliação, cooperação, emotividade, harmonia e valorização do lar.
Por isso, as mudanças e transformações em sua vida deverão acontecer com vivências e afetividade com liberdade. A sua independência e ousadia existem, justamente, para que você tenha versatilidade e coragem baseadas na afetividade, conciliação e valorização do lar com desprendimento.
Se por alguma razão você mantiver mudanças que não tenham emotividade, harmonia e cooperação, estará acarretando dificuldades não previstas.
Seu mapa indica que as mudanças e transformações somente serão mantidas em sua vida por meio do amor com liberdade e de muitas vivências, assim como, exigirá de você muita independência, ousadia e versatilidade.
Você sonha com liberdade e esse sonho deve ser realizado na sua vida. Você deve ser uma pessoa livre que busca viajar, conhecer lugares, culturas, pessoas, se desprender. Buscar novos caminhos, você é uma pessoa que deve sempre realizar esse sonho de mudar, gerar transformação na sua vida e na vida das demais pessoas.

Serpente

Nome do Signo em Chinês: SHÉ
Nome do Signo em Japonês: REBÍ
Horas governadas: 9:00 às 11:00 horas
Direção do seu signo: sul-sudeste
Mês favorável: novembro (primavera)
Signo zodiacal correspondente: Touro
Elemento: Fogo
Polaridade: Yin
Planeta regente: Marte
Metal: cobre
Pedras: safira azul e esmeralda
Erva: capim-cidreira
Perfume: rosa
Cores: verde-claro e rosa
Flor: cardo
Planta: samambaia
Número de sorte: 6
Dia de sorte: sexta-feira

CARACTERÍSTICAS GERAIS DO SIGNO

Os nativos de Serpente têm a seu favor uma sensualidade sempre em evidência, além de um modo afetuoso de tratar as pessoas, que faz com que sejam companhias agradáveis e procuradas. Exigem, porém, serem tratados com tolerância, pois precisam se sentir com espaço para experimentar seus vôos.

Apreciam a sinceridade nas pessoas e têm uma intuição muito aguçada, que as torna tremendamente perceptivas e receptivas, captando as intenções das pessoas com certa facilidade, embora nem sempre interpretando-as corretamente nem estando atentas a elas, deixando de ver as intenções ocultas. Sua capacidade de trabalho é sempre elogiada, pois sabem, como ninguém, penetrar nos locais mais escondidos e obter a informação ou aquilo que querem, ainda que à custa da teimosia.

Dominar este signo é uma questão muito delicada, pois, pela sua natureza e pela simbologia no Horóscopo Chinês, a Serpente caminha de cabeça erguida e jamais dobra a espinha. Sua teimosia pode ser muitas vezes entendida como o orgulho próprio que é uma atribuição particular dos nativos desse signo.

Oscilando entre o conservadorismo e a vanguarda, a Serpente faz um jogo interessante no amor e no sexo, pois dificilmente cede ou se mostra capaz de levar para a relação e para a cama um certo egoísmo que nem sempre é entendido pela outra pessoa.

Tem vocação para o lar, embora esta não seja a sua prioridade, pois a regência de Marte dá-lhe um espírito guerreiro inquebrantável, capaz de fazê-la se erguer tantas vezes quantas forem necessárias para se firmar e mostrar seu valor.

Saúde: toda a área do ventre, inclusive intestinos, predispondo à prisão de ventre e febres.

Virtudes: afetuosidade, ponderação e prudência. Perseverantes e reflexivos, podem ser tolerantes ao extremo, inspirando confiança mas, às vezes, uma certa ingenuidade.

Defeitos: teimosia exagerada, egoísmo, impulsividade, tratando de modo bruscos pessoas que lhe desagradam. Carece de um pouco de disciplina(TENTE!!! RSRSRSRS).

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Tarô terapêutico...

Essência: a natureza íntima
O Mundo
Fim da jornada. A relação com o mundo muda, a sensação é de plenitude.
O ciclo se completa e estamos integrados, vivendo experiências como dádivas.
Mais uma vez dar a mão ao Louco (Arcano Inicial) e começar um novo capítulo.
A carta da dignidade.
* Finalizar o que for necessário, resolver pendências e preparar-se para um novo tempo.

Segurança: autoconfiança e estabilidade interior
A Roda da Fortuna
Tudo é cíclico e passageiro. No topo da Roda há uma esfinge que tudo observa: ela não se identifica com um polo ou outro mas percebe o movimento da roda. Respeitar o final de um ciclo e aguardar o próximo.
*Deixar o futuro fluir, dar tempo ao tempo, não impedir e aceitar as mudanças.


Comunicação: expressão e retorno
A Lua
O inconsciente, a carta mais complexa do tarô. Ir além do mundo das aparências e combater os inimigos ocultos, que são as ilusões e o autoengano.
*O que chamamos de realidade pode ser fruto de crenças equivocadas, buscar o autoconhecimento.
Emoções:
O Sumo Sacerdote
Marca a primeira etapa da transcendência, força moral e espiritual, impondo respeito à moral e aos bons costumes.
* Buscar o senso de orientação interno, ordenar as idéias e criar regras práticas para colocar a vida em ordem.

Criatividade:
O Imperador
Proteção, segurança, limite. A importância de defender o que é seu e atuar com disciplina. Definição de estratégias para concretizar metas.
*Ser persistente, adquirir autoridade. Impedir invasões e lutar pelo espaço.

Rotina: equilíbrio
Os Enamorados
Liberdade de escolha, lembrar que a palavra decisão contém "cisão" - sempre ao optarmos por um caminho, abdicamos de outro. Integrar razão e intuição, ter confiança e desapego.
*Refletir e decidir sem medo

Relacionamento:
A Temperança
Maturidade e proteção espiritual.Temperar sentimento e razão. Quando tudo parece parado as energias estão se acomodando.
*conciliar, esperar

Transcendência:
O Carro
Ter as rédeas da vida nas mãos, não dispersar ou divagar, ser consequente. Definir objetivos, força e determinação à favor.
*Assumir responsabilidades e não perder o foco.

Sabedoria:
A Papisa
O princípio ativo e receptivo do feminino com poder de fecundação. Polaridade primordial de luz e trevas, sol e lua...
*Purificar o coraçãoe usar a intuição.

Darma: a força que nos sustenta
O Diabo
Sexualidade, paixão, ambição e liberdade de escolha. Se não fosse o Diabo, estaríamos no paraíso, mas não teríamos provas da Árvore do Conhecimento. É bom lembrar que outro nome bíblico do diabo, é Lúcifer, que significa: Luz se fez.
*Apaixone-se pela vida, a busca pelo prazer é legítima.

Objetivos:
O Eremita
Sabedoria que não se encontra nos livros e sim no silêncio e solidão. Trás esperança e pede que busque o significado da vida dentro de si e não fora.
*Conectar-se com a Luz Divina que existe dentro de cada um. Meditação e paciência na busca do autoconhecimento.

Carma: aprendizado
A Força
Mediadora entre o ego consciente e as pulsações inconscientes, não devemos apenas domar o leão, devemos também lhe dar atenção. Não destruir ou reprimir os instintos primitivos, mas admiti-los e transmutá-los por meio da consciência.
*autodomínio, usar a força instintiva com inteligência e sutileza.

terça-feira, 7 de dezembro de 2010


Vento, ventania, me leve para as bordas do céu
Pois vou puxar as barbas de Deus
Vento, ventania, me leve para onde nasce a chuva
Pra lá de onde o vento faz a curva

Me deixe cavalgar nos seus desatinos
Nas revoadas, redemoinhos
Vento, ventania, me leve sem destino
Quero juntar-me a você e carregar os balões pro mar
Quero enrolar as pipas nos fios
Mandar meus beijos pelo ar
Vento, ventania,
Me leve pra qualquer lugar
Me leve para qualquer canto do mundo
Ásia, Europa, América

Vento, ventania, me leve para as bordas do céu
Pois vou puxar as barbas de Deus
Vento, ventania, me leve para os quatro cantos do mundo
Me leve pra qualquer lugar

Me deixe cavalgar nos seus desatinos
Nas revoadas, redemoinhos
Vento, ventania, me leve sem destino

Quero mover as pás dos moinhos
E abrandar o calor do sol
Quero emaranhar o cabelo da menina
Mandar meus beijos pelo ar
Vento, ventania,
Me leve pra qualquer lugar
Me leve para qualquer canto do mundo
Ásia, Europa, América

Me deixe cavalgar nos seus desatinos
Nas revoadas, redemoinhos
Vento, ventania, me leve sem destino

Quero juntar-me a você e carregar os balões pro mar
Quero enrolar as pipas nos fios
Mandar meus beijos pelo ar
Vento, ventania, agora que estou solto na vida
Me leve pra qualquer lugar

Me leve mas não me faça voltar.

Para se roubar um coração...


Para se roubar um coração, é preciso que seja com muita habilidade, tem que ser vagarosamente, disfarçadamente, não se chega com ímpeto, não se alcança o coração de alguém com pressa.
Tem que se aproximar com meias palavras, suavemente, apoderar-se dele aos poucos, com cuidado.
Não se pode deixar que percebam que ele será roubado, na verdade, teremos que furtá-lo, docemente.
Conquistar um coração de verdade dá trabalho, requer paciência, é como se fosse tecer uma colcha de retalhos, aplicar uma renda em um vestido, tratar de um jardim, cuidar de uma criança.
É necessário que seja com destreza, com vontade, com encanto, carinho e sinceridade.
Para se conquistar um coração definitivamente tem que ter garra e esperteza, mas não falo dessa esperteza que todos conhecem, falo da esperteza de sentimentos, daquela que existe guardada na alma em todos os momentos.
Quando se deseja realmente conquistar um coração, é preciso que antes já tenhamos conseguido conquistar o nosso, é preciso que ele já tenha sido explorado nos mínimos detalhes, que já se tenha conseguido conhecer cada cantinho, entender cada espaço preenchido e aceitar cada espaço vago.
...e então, quando finalmente esse coração for conquistado, quando tivermos nos apoderado dele, vai existir uma parte de alguém que seguirá conosco.
Uma metade de alguém que será guiada por nós e o nosso coração passará a bater por conta desse outro coração.
Eles sofrerão altos e baixos sim, mas com certeza haverá instantes, milhares de instantes de alegria.
Baterá descompassado muitas vezes e sabe por que?
Faltará a metade dele que ainda não está junto de nós.
Até que um dia, cansado de estar dividido ao meio, esse coração chamará a sua outra parte e alguém por vontade própria, sem que precisemos roubá-la ou furtá-la nos entregará a metade que faltava.
... e é assim que se rouba um coração, fácil não?
Pois é, nós só precisaremos roubar uma metade, a outra virá na nossa mão e ficará detectado um roubo então!
E é só por isso que encontramos tantas pessoas pela vida a fora que dizem que nunca mais conseguiram amar alguém... é simples... é porque elas não possuem mais coração, eles foram roubados, arrancados do seu peito, e somente com um grande amor ela terá um novo coração, afinal de contas, corações são para serem divididos, e com certeza esse grande amor repartirá o dele com você.

A pessoa certa ou a pessoa errada???

Pensando bem em tudo o que a gente vê e vivencia e ouve e pensa, não existe uma pessoa certa pra gente.
Existe uma pessoa
que se você for parar pra pensar é, na verdade, a pessoa errada.
Porque a pessoa certa faz tudo certinho!
Chega na hora certa, fala as coisas certas, faz as coisas certas, mas nem sempre a gente tá precisando das coisas certas.
Aí é a hora de procurar a pessoa errada.
A pessoa errada te faz perder a cabeça, perder a hora, morrer de amor...
A pessoa errada vai ficar um dia sem te procurarque é pra na hora que vocês se encontrarem a entrega ser muito mais verdadeira.
A pessoa errada, é na verdade, aquilo que a gente chama de pessoa certa.
Essa pessoa vai te fazer chorar, mas uma hora depois vai estar enxugando suas lágrimas.
Essa pessoa vai tirar seu sono.
Essa pessoa talvez te magoe e depois te enche de mimos pedindo seu perdão.
Essa pessoa pode não estar 100% do tempo ao seu lado, mas vai estar 100% da vida dela esperando você.
Vai estar o tempo todo pensando em você.
A pessoa errada tem que aparecer pra todo mundo, porque a vida não é certa.
Nada aqui é certo!
O que é certo mesmo, é que temos que viver cada momento, cada segundo, amando, sorrindo, chorando, emocionando, pensando, agindo, querendo, conseguindo...
E só assim, é possível chegar àquele momento do dia em que a gente diz:
"Graças à Deus deu tudo certo"
Quando na verdade, tudo o que Ele quer é que a gente encontre a pessoa errada pra que as coisas comecem a realmente funcionar direito pra gente...

A verdade é que a gente não faz filhos.
Só faz o layout. Eles mesmos fazem a arte-final.

(Luiz Fernando Veríssimo)

domingo, 5 de dezembro de 2010

Sabedoria de Avó...

Quando eu for bem velhinha, espero receber a graça de, em um dia de domingo, me sentar na poltrona da biblioteca e, bebendo um cálice de Porto, dizer a minha neta:
- Querida, venha cá.
Feche a porta com cuidado e sente-se aqui ao meu lado.
Tenho umas coisas pra te contar.
E assim, dizer apontando o indicador para o alto:
- O nome disso não é conselho, isso se chama colaboração!
Eu vivi, ensinei, aprendi, caí, levantei e cheguei a algumas conclusões.
E agora, do alto dos meus 82 anos, com os ossos frágeis, a pele mole e os cabelos brancos, minha alma é o que me resta saudável e forte.
Por isso, vou colocar mais ou menos assim:
- É preciso coragem para ser feliz.
Seja valente. Siga sempre seu coração. Para onde ele for, seu sangue, suas veias e seus olhos também irão.
Satisfaça seus desejos. Esse é seu direito e obrigação.
Entenda que o tempo é um paciente professor que irá te fazer crescer, mas escolher entre ser uma grande menina ou uma menina grande, vai depender só de você.
Tenha poucos e bons amigos.
Tenha filhos.
Tenha um jardim.
Aproveite sua casa, mas vá a Fernando de Noronha, a Barcelona e à Austrália.
Cuide bem dos seus dentes.
Experimente, mude, corte os cabelos.
Ame. Ame pra valer, mesmo que ele seja o carteiro.
Não corra o risco de envelhecer dizendo "ah, se eu tivesse feito... "
Vai que o carteiro ganha na loteria - tudo é possível e o futuro é imprevisível.
Tenha uma vida rica de vida!
Viva romances de cinema, contos de fada e casos de novela.
Faça sexo, mas não sinta vergonha de preferir fazer amor.
E tome conta sempre da sua reputação, ela é um bem inestimável.
Porque sim, as pessoas comentam, reparam ,e se você der chance, elas inventam também detalhes desnecessários.
Se for se casar, faça por amor.
Não faça por segurança, carinho ou status.
A sabedoria convenciona, recomenda que você se case com alguém parecido com você, mas isso pode ser um saco!
Prefira a recomendação da natureza que, com a justificativa de aperfeiçoar os genes na reprodução, sugere que você procure alguém diferente de você.
Mas para ter sucesso nessa questão, acredite no olfato e desconfie da visão.
É o seu nariz quem diz a verdade quando o assunto é paixão.
Faça do fogão, do pente, da caneta, do papel e do armário seus instrumentos de criação.
Leia.
Pinte, desenhe, escreva.
E por favor, dance, dance, dance até o fim, se não por você, o faça por mim.
Compreenda seus pais. Eles te amam para além da sua imaginação, sempre fizeram o melhor que puderam, e sempre farão.
Não cultive as mágoas - porque se tem uma coisa que eu aprendi nessa vida é que um único pontinho preto num oceano branco deixa tudo cinza.
Era só isso minha querida. Agora é a sua vez. Por favor, encha mais uma vez minha taça e me conte:
como vai você?

Oração divertida para as mulheres


Senhor, me ajude a nunca desistir de ser mulher.
Coloque um espelho no meio do meu caminho entre a lavanderia, o supermercado, o sapateiro, o colégio e a locadora.
E que, ao me olhar, eu goste do que veja.
Não deixe que eu passe uma semana sem usar um batom bem vermelho, uma bota bem alta ou um jeans bem justo.
Proteja meus cachos do vento e os brincos e anéis dos olhares invejosos.
Nunca deixe faltar na minha vida comédias românticas e boas depiladoras.
Se eu estiver com vontade de chorar, faça com que eu chore um dilúvio.
E que tenha saído de casa sem pintar o olho.
Para cada dia de TPM, me dê uma vitrine com sapatos lindos.
Já que eu nunca pedi milagres, faça com que minhas celulites sejam ao menos discretinhas.
Me dê saúde, tempo livre, silêncio.
E que nunca falte absorvente na minha bolsa.
Nos engarrafamentos, faça com que eu ligue o rádio e esteja tocando minha música preferida.
Dê forças para eu insistir que meus filhos comam salada, digam "por favor" e "obrigado", limpem a boca no guardanapo, façam as pazes e puxem a descarga.
Cegue meus olhos para as sujeiras nos cantos e os brinquedos no meio da sala (eles vão estar sempre lá, isso eu já vi).
Ajude para que eu chegue do trabalho e ainda consiga brincar, ver desenho, contar história ou fazer cócegas!
E se eu não tiver a menor condição de me manter em pé, faça com que meu filho chegue dormindo da escola.
Em dias difíceis, me dê persistência para seguir na dieta.
Dê também, firmeza para os meus seios...
Proteja minhas poucas horas de sono e não me julgue mal caso eu não acorde no meio da noite para cobrir meus filhos.
Não deixe que a minha testa fique tão franzida a ponto de parecer uma saia plissada. E eu, uma louca estressada.
Faça com que o sol seja meu personal trainer, meu complexo de vitaminas, meu carregador de bateria, mas quando eu pedir um diazinho de chuva, não pergunte por quê.
Para cada batata quente no trabalho, me dê um café recém-passado.
Entenda, quando eu rezo para cancelarem uma reunião (não é gastar reza à toa, pode ter certeza).
No meio de tudo isso, faça com que eu ache tempo para virar namorada de novo, ir ao cinema, jantar fora, beijar na boca, dormir abraçadinha.
Ilumine o espelho do banheiro e proteja minhas pinças, meus cremes e segredos.
Ajude a não faltar gasolina e não furar o pneu e, por favor, afaste os motoqueiros do meu retrovisor.
Senhor, por pior que seja o meu dia, faça com que ele termine, e não eu.

Amém.

sábado, 4 de dezembro de 2010

Mudança


A vida segue repetindo-se despreocupadamente -- e a menos que você se torne muito consciente, ela continuará se repetindo, como uma roda. Por isso é que os budistas chamam a isso de roda da vida e da morte -- roda do tempo. Tudo se movimenta como uma roda: ao nascimento se segue a morte, à morte o nascimento; ao amor se segue o ódio, ao ódio o amor; ao sucesso se segue o fracasso, ao fracasso o sucesso. Basta olhar à volta... Se lhe for possível observar apenas por alguns dias, você perceberá um padrão se definindo: o esquema da roda. Em um dia, numa bela manhã, você se sente tão bem, tão feliz e, no outro dia, está chateado, tão infeliz, que começa a pensar em cometer suicídio. Há apenas alguns dias você se sentiu tão cheio de vida, tão abençoado, que agradecia a Deus, pois você estava num estado de espírito de profunda gratidão, e hoje há um grande sentimento de inconformismo, e você não vê razão que justifique continuar vivendo... E essa alternância vai se repetindo, mas a gente não chega a perceber o padrão. Uma vez que você perceba o padrão, você pode libertar-se dele.

O símbolo desta carta é uma roda enorme que representa o tempo, o destino, o karma. Galáxias orbitam em torno desse círculo que está em constante movimento, e os doze signos do zodíaco aparecem à sua volta. Na parte de dentro da circunferência estão os oito trigramas do I Ching, e mais próximo ao centro aparecem as quatro direções, cada qual iluminada pela energia do relâmpago. O triângulo giratório neste momento está apontando para cima, em direção ao divino, e o símbolo chinês do yin e yang, macho e fêmea, o criativo e o receptivo, fica no centro. Com freqüência tem sido dito que a única coisa que não muda no mundo, é a própria mudança. A vida está mudando continuamente, evoluindo, morrendo e renascendo. Todos os opostos têm um papel nesse vasto esquema circular. Se você se agarrar à borda da roda, poderá ficar tonto! Avance em direção ao centro do ciclone e relaxe, sabendo que esse estado também passará.

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Projeto Tam Tam - Outras Palavras - Ensaio Poético


Viver sem desviver
A vida se encanta e nós a levamos
A vida nos encanta e nós a matamos
Do que é feita a vida, qual a essência perdida?
Se não a temos queremos e se a temos perdemos.
Será mais fácil viver ou desviver?
Eu quero viver...
(Flávia Leite Ricardo)

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Soneto da separação


De repente do riso fez-se o pranto
Silencioso e branco como a bruma
E das bocas unidas fez-se a espuma
E das mãos espalmadas fez-se o espanto.

De repente da calma fez-se o vento
Que dos olhos desfez a última chama
E da paixão fez-se o pressentimento
E do momento imóvel fez-se o drama.

De repente, não mais que de repente
Fez-se de triste o que se fez amante
E de sozinho o que se fez contente.

Fez-se do amigo próximo o distante
Fez-se da vida uma aventura errante
De repente, não mais que de repente.

Vinícius de Moraes

domingo, 10 de outubro de 2010

27 - Inesperado - Dez de Paus


No Plano Espiritual, Deusa Maat, indicando o destino, a missão. Reforçando o caráter da sincronicidade.
No Plano Mental, a deusa da guerra, com seu arco e flecha, auto procriadora, espírito da sagacidade de da ciência.
No Plano Material, um escorpião representando a deusa Selket, deusa-terra. Mostrando que a terra está fértil. Que o momento é propício para semear.

sábado, 9 de outubro de 2010

Tarô Egipcio - O Pensamento - sete de copas


No Plano Espiritual a Coroa Azul de Guerra dos generais. Este plano não tem um elemento específico dele, o tema do plano mental invade o plano espiritual indicando a Vontade do jovem guerreiro de se tornar general. Isto significa que no momento você está agindo produzindo seu futuro. Depende de como você está usando seus dons, o espaço na sociedade que você vai obter.
No Plano Mental um escultor real esculpindo Akenaton, com as vestes de Guerra, usando a Coroa Azul de guerra. Essa arte era muito valorizada nesta época, eram feitas com um ritual específico como se neste ato eles estivesse gerando a força para a realização dos feitos. Você construindo seu espaço social.
No Plano Material, uma cabeça humana, representando a mente como base do momento.

domingo, 3 de outubro de 2010

Oração


Deixe que seus gestos sejam espontâneos, cheios de vida. Deixe sua própria consciência guiar seu estilo de vida, seu padrão de vida. Não permita que ninguém decida por você, isso seria um pecado.

Porque é um pecado? Porque você nunca estará presente. Irá permanecer superficial, será hipócrita. Não pergunte a ninguém como orar. Deixe que o momento decida, deixe o momento ser decisivo, e a verdade daquele momento deverá ser sua oração. Uma vez que você permite a verdade do momento tomar conta do seu ser, começará a crescer e irá conhecer a beleza profunda da oração. Você estará trilhando o caminho.

Amor e a lei de Moisés

Está é uma história famosa sobre Moisés:Ele passava por uma floresta e ele viu um homem orando. O homem estava dizendo tais absurdos que Moisés teve que parar. O que o homem estava dizendo era profano, um sacrilégio. Ele dizia, “Deus, às vezes você deve sentir-se muito sozinho. Eu posso ir e ficar sempre com você como uma sombra. Porque sofrer com a solidão quando estou aqui? Eu não sou imprestável – posso lhe dar um bom banho, e tirar todos os piolhos de seu cabelo e de seu corpo...

”Piolhos?! Moisés não podia acreditar nos seus ouvidos: de que este homem está falando? “E eu cozinharei comida para você – todo mundo gosta da comida que preparo. E irei arrumar sua cama e lavar suas roupas. Quando você estiver doente eu cuidarei de você. Eu serei uma mãe para você, uma esposa para você, um servo, um escravo – eu posso ser todo tipo de coisa. Apenas me dê um sinal para que eu possa vir...

”Piolhos? Moisés não podia acreditar no que estava ouvindo: O que esse homem estava dizendo? "E irei cozinhar para você, todos gostam do que cozinho. Farei sua cama e lavarei suas roupas. Quando você ficar doente, cuidarei de você, serei sua mãe, sua mulher, seu servo, seu escravo... Posso ser qualquer coisa, basta que você me dê um sinal para que eu possa ir..." Moisés interrompeu-o e perguntou-lhe o que ele estava fazendo, com quem estava falando: "Piolhos no cabelo de Deus? Ele precisa de banho? Pare de falar besteiras! Isto não é oração. Deus ficará ofendido com suas palavras.

”Olhando para Moisés, o homem jogou-se aos seus pés e disse: “Perdoe-me, Sou um analfabeto, ignorante. Não sei rezar, por favor, me ensine!

”Então Moisés o ensinou a maneira correta de orar, e ficou muito feliz pois havia colocado um homem na trilha certa. Feliz, com seu ego inflado, Moisés foi embora. E quando ele estava sozinho na floresta, uma voz trovejante veio do céu e disse, “Moisés, eu lhe trouxe ao mundo para levar as pessoas até mim, para conectar as pessoas comigo, e não para afastar de mim aqueles que me amam. E foi isso exatamente o que você fez. Aquele homem era um dos meus mais íntimos. Volte lá e peça desculpas. Diga-lhe para esquecer da reza que você ensinou. Você destruiu toda a beleza do dialogo dele. Ele é sincero, ele é amoroso. Seu amor é verdadeiro. O que quer que ele estivesse dizendo, ele estava dizendo de coração, não era um ritual. Agora, o que você deu a ele é só um ritual. Ele irá repetí-lo, mas isso estará apenas nos lábios dele; não estará vindo de seu ser.”

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Luz no Caminho

Um clarão de relâmpago não ilumina seu caminho, não funciona como uma lanterna na sua mão. Apenas lhe dá um lampejo, um vislunbre da estrada adiante. Mas esse simples vislumbre é muito precioso; agora seus pés estão firmes, agora sua vontade é reforçada, agora sua decisão de alcançar seu destino fica fortalecida. Você viu a estrada e sabe que está ali e que você não está vagando sem rumo. Um raio de luz bastou para que você tivesse um vislumbre da estrada que deve trilhar e do templo que está no final de sua jornada.

O filósofo, o místico e a tempestade de trovões

Eu ouvi contar sobre dois homens que estavam perdidos em uma floresta numa noite muito escura. Era uma floresta bem perigosa, cheia de animais selvagens, muito densa, totalmente às escuras. Um homem era filósofo e o outro um místico.

De repente, caiu uma tempestade, um choque de nuvens, e um grande relâmpago. O filósofo olhou para o céu, o místico olhou para o caminho. Naquele momento do relâmpago, o caminho diante dele, foi iluminado. O filósofo olhou para o relâmpago, e começou a se perguntar, “Que está acontecendo?”, e assim, perdeu a trilha.

Você está perdido numa floresta mais densa do que a dessa história. A noite é ainda mais escura. Algumas vezes um clarão de relâmpago aconteceolhe para o caminho. Um Chuang Tsu está iluminando, um Buddha está iluminandoo, Eu estou iluminando. Não olhe para mim, olhe para o caminho. Se olhar para mim, você já perdeu, pois o relâmpago não será contínuo. Este dura só um instante, e o momento no qual a eternidade penetra no tempo é raro, assim como um raio.

Se você olhar para o raio, se você olhar para um Buda – e um Buda é belo, seu rosto é fascinante, seus olhos são magnéticos – se você olha para um Buda, terá perdido a trilha. Olhe para o caminho, esqueça o Buda.

Olhe para o caminho e faça alguma coisa – siga a trilha, aja. O pensamento não poderá guiá-lo, somente a ação, pois o pensamento se dá dentro de sua cabeça. Nunca pode tornar-se pleno, apenas suas ações podem ser plenas. Preste atenção na vida! – viver é a coisa real. Não vá acumulando informações sobre o que é a meditação – medite! Não fique colecionando informações sobre o que é a dança, existem enciclopédias sobre a dança, mas a coisa toda é completamente inútil a menos que você dance. Jogue fora todas essas enciclopédias! Livre-se do conhecimento e comece a viver.

E quando você começar a viver, então as coisas comuns e ordinárias são transformadas numa beleza extraordinária. São coisas pequenas, pois a vida consiste de coisas pequenas – mas quando você leva para elas um amor intenso, apaixonado,elas se transformam, se enchem de luz.

quarta-feira, 22 de setembro de 2010


Chamo a Força Encarnada
Para usar as minhas mãos

Para expulsar os malfazejos
Que atrapalham meus irmãos
Chamo os Seres Sagrados
Pra me dar a proteção

E a Águia vai por cima
E o Leão vai pelo chão

Segue a Águia em seu vôo
Para me dar a visão

E quando eu toco o meu tambor
É quem segura a minha mão
O Leão com sua força
Reinando na imensidão
E essa é a força que Eu sinto
Dentro do meu coração


Fique muito alinhado
Diante desta afirmação
Eu uso a Luz do Amor
Prá te tirar da escuridão


Amor, Paz e Luz

O Corvo - Horóscopo Xamânico


A Lua do Vôo dos Patos
O Corvo é inteligente, esperto e místico. Pessoas Corvo amam a paz, são idealistas e charmosas. Eles esperam a harmonia na comunidade e devem ficar longe de incertezas e inconsistências. A lealdade, a inteligência e o respeito pelo próximo são algumas das qualidades que mais sobressaem, bem como o seu charme e delicada sensualidade. Sensível, possui um forte senso artístico e preza a beleza em todas as suas formas e manifestações. Precisa superar a tendência ao rancor. O Corvo odeia a solidão e necessita estar rodeado de gente. Ainda que seja agradável e bondoso, vive muito influenciado pelo ambiente que o rodeia. Se é negativo, pode ficar mau-humorado. Também sabe ser idealista e diplomático e gosta que prevaleça a justiça acima de tudo. Veio ao mundo para harmonizar os contrários. No amor, é forte e sensível, mas por demais influenciado pelos desejos e sentimentos de seu parceiro.

Dá-se bem com Cervo e Lontra

Deve cultivar: Constância, imparcialidade e inspiração
Deve evitar: Indecisão, incerteza e inconsistência
Desejos inconscientes: Encontrar o "par perfeito"; viver num mundo plenamente harmonioso, onde não existam discórdias ou diferenças.
Planta: HeraMineral: Azurita
Cor: AzulDireção: Sudoeste
Medicina do Corvo: Aptidão para transformar situações negativas ou estéreis em positivas, e a capacidade de superar as limitações.

domingo, 19 de setembro de 2010

Projeção de Vontades


Aquele que pensa é criativo com seus pensamentos - essa é uma das verdades mais fundamentais a ser compreendida. Tudo aquilo que você vivencia é sua criação. Primeiro você cria, então você a vivencia, depois você fica preso na experiência - porque não sabe da fonte de tudo que existe em você.

A parábola da árvore dos desejos

Uma vez um homem estava viajando e, entrou acidentalmente no paraíso. No conceito indiano de paraíso, há árvores que realizam desejos, as Kalpatarus. Basta sentar-se debaixo delas, desejar alguma coisa, e imediatamente seu desejo é realizado – não há qualquer intervalo entre o desejo e a realização. Você pensa e imediatamente ele se torna em algo concreto: o pensamento se realiza automaticamente. Essas Kalpatarus nada mais são que uma simbologia para a mente. A mente é criativa, criativa com seus pensamentos.

O homem estava cansado, assim ele adormeceu debaixo de uma árvore dos desejos. Quando ele acordou, estava se sentido muito faminto, então disse, “Gostaria de conseguir comida em algum lugar”. E imediatamente a comida apareceu do nada – flutuando à sua frente, uma comida deliciosa. Ele começou a comer e, quando estava se sentindo satisfeito, outro pensamento surgiu nele: “Se pudesse conseguir algo para beber...” E nada é proibido no paraíso, então imediatamente, um precioso vinho apareceu.

Bebendo vinho, relaxando na brisa fresca do paraíso na sombra da árvore, ele começou a imaginar: “O que está acontecendo? Fui parar dentro de um sonho ou há fantasmas aqui me pregando peças?” Então apareceram fantasmas! eram ferozes, terríveis, nauseantes. Ele começou a tremer, e pensou: “Agora estou certo de que vou morrer. Esses fantasmas vão me matar”. E ele foi morto.

Essa parábola é muito antiga, de imenso significado. Sua mente é uma árvore dos desejos; o que você imaginar será realizado mais cedo ou mais tarde. Às vezes a demora é tão longa que você já esqueceu completamente que havia desejado algo tempos atrás. Algumas vezes a demora é de alguns anos, ou de algumas vidas, então você não consegue perceber a fonte. No entanto, se você olhar bem fundo, irá descobrir que seus desejos estão criando você e sua vida. Eles criam seu inferno, criam ser paraíso. Criam sua miséria, criam sua felicidade. Criam o negativo e o positivo. Todos vocês são mágicos, girando e tecendo num mundo mágico em volta de si mesmos, e depois ficando presos nisso – a aranha presa na própria teia.

Uma vez que isso tenha sido compreendido, as coisas começam a mudar. Então você pode brincar: você pode transformar seu inferno num paraíso, é apenas uma questão de desenhá-lo a partir de uma visão diferente. Ou se você estiver realmente apaixonado pela infelicidade, pode criar mais e mais, até que seu coração fique cheio dela. Mas assim, você nunca irá se queixar, porque sabe que é sua própria criação, é sua pintura, você não pode fazer com que ninguém se sinta responsável por isso. Então toda a responsabilidade é sua.

Surge então uma nova possibilidade: você pode deixar de criar o mundo, pode parar com isso. Não é necessário criar o paraíso e o inferno, não há necessidade alguma de criar. Aquele que cria pode ir relaxar, repousar. Esse repouso da mente é a meditação.

terça-feira, 14 de setembro de 2010

renascer


Quero renascer todos os dias.
Refazer-me.
Experimentar-me.

(Pedro Simões)

Inteligência


Nascemos para atingirmos o êxtase, a felicidade suprema, é nosso direito de nascença. Mas as pessoas são tão tolas, nem mesmo exigem seus direitos de nascença. Ficam mais preocupadas com aquilo que os outros possuem e começam a correr atrás dessas coisas. Nunca olham para dentro, nunca procuram em suas próprias casas. Uma pessoa inteligente irá começar sua busca a partir de seu ser interior. Este será o ponto de partida de sua exploração, porque a menos que eu saiba o que está dentro de mim, como poderei sair procurando mundo afora? O mundo é tão vasto. E aqueles que olharam para dentro encontraram imediatamente aquilo que buscavam. Não é uma questão de progresso gradual, é um fenômeno súbito, uma iluminação repentina.

Acidente Supremo


Não é uma determinada seqüência de causas que levam a iluminação. Sua busca, seu desejo intenso, sua disposição para fazer o que for preciso - tudo isso junto talvez crie uma certa aura ao seu redor na qual esse grande acidente se torna possível.

Iluminação é sempre como um acidente pois é imprevisível – você não pode controlá-la, não pode fazê-la acontecer. Mas não me entenda mal, pois quando digo que a iluminação é como um acidente, não estou dizendo para não fazer nada para alcançá-la. O acidente só ocorre com aqueles que fizeram muito para isso acontecer. Entretanto, este nunca acontece devido ao fazer deles. O fazer é só uma causa que gera a situação dentro deles, assim eles se tornam propensos a essa forma de acidente, apenas isso. Esse é o significado desse lindo acontecimento.

domingo, 12 de setembro de 2010

Faça seu coração vibrar....


Sempre que houver alternativas, tenha cuidado. Não opte pelo conveniente, pelo confortável, pelo socialmente aceitável, pelo honroso. Opte por aquilo que faz seu coração vibrar. Opte pelo que gostaria de fazer, apesar de todas as consequências...
(Osho)

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Responsabilidade

Responsabilidade significa ser capaz de responder. Não é um dever. Veja o significado da raiz dessa palavra: significa "estar pronto para responder". O amor é uma resposta. Quando o outro chama, você está pronto. Quando você é convidado, você não interfere, não invade. Quando o outro canta, você canta como resposta. Quando o outro lhe dá a mão, você a toma como uma resposta profunda.
Responsabilidade significa a abertura e a capacidade de responder.

(Osho de A a Z)

Espera

A espera precisa ser pura. Desfrute da espera em si, sem querer nada mais. Não vê a beleza que há em apenas esperar? A pureza, as bençãos, a inocência? Apenas esperar, sem nem mesmo saber o que virá. Entenda isso - uma espera pura, sem saber o que vai acontecer. Se você já sabe o que vai ocorrer, isso é algo que vem do seu passado. Seria uma continuação desse passado, e não algo novo. Talvez um pouco modificado, mas seria a mesma coisa outra vez, uma repetição. Como você pode saber o que vai acontecer? você não soube antes, então como pode sequer imaginar?
Mas uma coisa é certa: a espera é infinitamente bela, a espera é infinitamente cheia de alegria.

(Osho de A a Z)

quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Desejo


Quando você deseja algo, sua alegria depende disso. Se esta for retirada de você, você se sente miserável. Se for dada a você, você ficará feliz, mas só por uns momentos. Isso também precisa ser compreendido. Sempre que seu desejo é realizado, ele o é apenas naquele momento em que você sente o prazer. É passageiro, pois assim que você conseguir o que queria, sua mente novamente começa a desejar mais, desejar outras coisas.

A mente existe no ato de desejar e, portanto, a mente nunca pode deixá-lo sem desejos. Se você não estiver desejando nada, a mente morre imediatamente. Esse é todo o segredo da meditação.

A Fonte


O Zen lhe pede que deixe de lado a cabeça e volte-se para a fonte primordial... Não é que o Zen não esteja a par dos usos da energia na cabeça; mas, se toda a energia for usada na cabeça, você nunca se dará conta da sua eternidade...Você nunca conhecerá como uma experiência o que é tornar-se uno com o todo. Quando a energia fica restrita ao centro, pulsando, quando ela não está se deslocando para parte alguma, nem para a cabeça e nem para o coração, permanecendo na própria fonte de onde o coração a retira, aonde a cabeça vai buscá-la, pulsando na própria fonte -- esse é o significado exato do Zazen.
Zazen quer dizer apenas que, se você permanece na própria fonte, sem deslocar-se para parte alguma, uma força imensa se levanta, uma transformação de energia em luz e amor, em uma vida maior, em compaixão, em criatividade. Ela pode assumir formas variadas. Primeiramente, porém, você tem que aprender como permanecer na fonte. Depois, então, a fonte decidirá onde está o seu potencial. Você pode relaxar na fonte, e ela o levará ao seu próprio potencial.

Quando falamos de estar "com os pés no chão" ou "centrados", é desta Fonte que estamos falando. Quando damos início a um trabalho criativo, é com esta Fonte que nos sintonizamos. Esta carta nos lembra de que existe um vasto reservatório de energia à nossa disposição. E que não é quando pensamos e planejamos que nos ligamos a ele, mas quando pomos os pés no chão, quando nos centramos, e quando permanecemos suficientemente em silêncio para que o contato com a Fonte possa se estabelecer. Ela está dentro de cada um de nós, como um sol pessoal, individual, proporcionando-nos vida e alimento. Energia pura, ela permanece pulsando, disponível, pronta a nos dar o que for que precisemos para realizar alguma coisa, e pronta também para nos acolher de volta em casa, quando quisermos descansar.
Recorra, portanto, à Fonte caso você esteja dando início a alguma coisa nova e precise de inspiração imediatamente, e caso você tenha acabado de finalizar alguma coisa, e queira descansar. Ela está sempre à sua espera, e você nem precisa sair de casa para encontrá-la.

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Escolhas de uma vida


A certa altura do filme Crimes e Pecados, o personagem interpretado por Woody Allen diz:
"Nós somos a soma das nossas decisões".
A gente é o que a gente escolhe ser, o destino pouco tem a ver com isso.
Desde pequenos aprendemos que, ao fazer uma opção, estamos descartando outra, e de opção em opção vamos tecendo essa teia que se convencionou chamar
"minha vida".
Não é tarefa fácil. No momento em que se escolhe ser médico, se está abrindo mão de ser piloto de avião. Ao optar pela vida de atriz, será quase impossível conciliar com a arquitetura. No amor, a mesma coisa: namora-se um, outro, e mais outro, num excitante vaivém de romances. Até que chega um momento em que é preciso decidir entre passar o resto da vida sem compromisso formal com alguém, apenas vivenciando amores e deixando-os ir embora quando se findam, ou casar, e através do casamento fundar uma microempresa, com direito a casa própria, orçamento doméstico e responsabilidades.
As duas opções têm seus prós e contras: viver sem laços e viver com laços...
Escolha: beber até cair ou virar vegetariano e budista? Todas as alternativas são válidas, mas há um preço a pagar por elas.
Quem dera pudéssemos ser uma pessoa diferente a cada 6 meses, ser casados de segunda a sexta e solteiros nos finais de semana, ter filhos quando se está bem-disposto e não tê-los quando se está cansado. Por isso é tão importante o auto conhecimento. Por isso é necessário ler muito, ouvir os outros, estagiar em várias tribos, prestar atenção ao que acontece em volta e não cultivar preconceitos. Nossas escolhas não podem ser apenas intuitivas, elas têm que refletir o que a gente é. Lógico que se deve reavaliar decisões e trocar de caminho: Ninguém é o mesmo para sempre.
Mas que essas mudanças de rota venham para acrescentar, e não para anular a vivência do caminho anteriormente percorrido. A estrada é longa e o tempo é curto. Não deixe de fazer nada que queira, mas tenha responsabilidade e maturidade para arcar com as conseqüências destas ações.
Lembrem-se: suas escolhas têm 50% de chance de darem certo, mas também 50% de chance de darem errado.
A escolha é sua...!

Pedro Bial


terça-feira, 24 de agosto de 2010

Escolhas...

A vida não exige que você seja
consistente, cruel, paciente, raivoso,
sensato, desconsiderado, amoroso,
precipitado, aberto, neurótico, cauteloso,
rígido, tolerante, destrutivo, rico,
oprimido, gentil, doente, atencioso,
engraçado, burro, saudável, ganancioso,
bonito, preguiçoso, compreensivo, bobo,
generoso, pressionado, íntimo,
hedonista, esforçado, manipulador,
introspectivo, caprichoso, sábio,
egoísta, simpático ou sacrificado.

A vida, no entanto, exige que você sinta
as conseqüências de suas escolhas..

sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Metade - Oswaldo Montenegro

Que a força do medo que tenho
Não me impeça de ver o que anseio
Que a morte de tudo em que acredito
Não me tape os ouvidos e a boca
Porque metade de mim é o que eu grito
Mas a outra metade é silêncio.

Que a música que ouço ao longe
Seja linda ainda que tristeza
Que a mulher que eu amo seja pra sempre amada
Mesmo que distante
Porque metade de mim é partida
Mas a outra metade é saudade.

Que as palavras que eu falo
Não sejam ouvidas como prece
e nem repetidas com fervor
Apenas respeitadas
Como a única coisa que resta a
um homem inundado de sentimentos
Porque metade de mim é o que ouço
Mas a outra metade é o que calo.

Que essa minha vontade de ir embora
Se transforme na calma e na paz que eu mereço
Que essa tensão que me corrói por dentro
Seja um dia recompensada
Porque metade de mim é o que eu penso
mas a outra metade é um vulcão.

Que o medo da solidão se afaste, e que
o convívio comigo mesmo se torne ao menos suportável.
Que o espelho reflita em meu rosto um doce sorriso
Que eu me lembro ter dado na infância
Por que metade de mim é a lembrança do que fui
A outra metade eu não sei.

Que não seja preciso mais do que uma simples alegria
Pra me fazer aquietar o espírito
E que o teu silêncio me fale cada vez mais
Porque metade de mim é abrigo
Mas a outra metade é cansaço.

Que a arte nos aponte uma resposta
Mesmo que ela não saiba
E que ninguém a tente complicar
Porque é preciso simplicidade pra fazê-la florescer
Porque metade de mim é platéia
E a outra metade é canção.

E que a minha loucura seja perdoada
Porque metade de mim é amor
E a outra metade também.

Arcano Pessoal: A Força.


Palavras-Chave: Auto-Controle e Vontade Dirigida

Aprendizado aos 11 anos de idade: um fato que marca o psicológico;
Vontade imperativa, objetivismo e energia;
Inteligência sobre os instintos;
Inquietação mental e curiosidade por tudo;
Magnetismo pessoal;
A sexualidade é forte e atuante;
Cuidado com as explosões de temperamento;
A impulsividade é inimiga do seu sucesso;
Determinação para chegar onde quer;
Vontade de manter controle absoluto sobre o que ocorre em sua vida;
Sinceridade e franqueza;
Luta contra o EGO ;
Detesta ser dirigido(a) ou liderado(a);
Disposição física e coragem;
Testes na vida quanto à sua tolerância;
Não seja tão perfeccionista consigo mesmo;
Empenho em querer dar o melhor de si;
Expectativas permanentes quanto ao trabalho;
Cuidado com a competitividade;
Não faça de sua vida um "cabo-de-guerra";
Desafios emocionais;
Auto-cobrança;
Habilidade com atividades de raciocínio rápido;
Não gosta de estar preso à regras ou dogmas;
Luta contra o poder e monopólio (domínio);
Desejo de fazer algo grandioso;
Cuidado com a ansiedade;
Não tente resultados a curto prazo;
Administrar o que tem sabiamente;
Cuidado com a área neuro-muscular, gônadas,
taxa de glicose, vida estressante;
Atividades como Yoga e Tai Chi são indicadas;
Não se esquente com problemas que venham da família;
Trabalhe sua teimosia;
Crescimento pessoal que surge através da focalização das metas;
Quer viver coisas novas;
Crie novas oportunidades para si todas as horas;
Não cobre de seu parceiro o que ele não pode dar (ou de quem vc convive);
Evite disputas;
Trabalhe colaborando;
Não desperdice as chances que lhe são dadas.

Libra... sempre libra... muito libra...


De 22 de Setembro a 22 de Outubro
Signo de Ar regido por Vênus
Palavras-chaves:
Equilíbrio - Cooperação - Diplomacia - Refinamento


O MITO
O sétimo signo do Zodíaco tem como símbolo uma balança, associada à balança que pesa as almas, no julgamento dos vivos e dos mortos. Essas balança pertencia a Themis, mãe de Astréia, personificação da Justiça, das leis e dos costumes, sob cuja proteção estão os pactos, as sociedades e o cumprimento dos tratados. Themis, a deusa da Justiça, assistia as deliberações dos deuses e dos mortais e era representada com uma balança na mão e uma venda nos olhos, para demonstrar imparcialidade nos julgamentos. Era filha de Urano (Céu) e de Gea (Terra) e uniu-se a Júpiter, do qual teve a filha Astréia, também ligada à justiça. Afirma-se também ser ela mãe das Horas e das Parcas, divindades que regem o destino. O signo de Libra preside o mês de setembro, época em que os dias e as noites têm a mesma duração em todas as partes do mundo, indicando que a Justiça deve ser igual para todos os homens.

*****************************************

O nativo de Libra acredita em acordos, gosta da beleza e é refinado não gostando de sujar as mãos e evitando qualquer atividade que requeira isso. Encantador e companheiro, é diplomata e funciona melhor quando se associa. Sabe usar seu charme natural e, se seu mapa natal confirmar, raramente será agressivo ou impaciente.
Sociável, afável, gregário gosta de se divertir e de estar com os outros desde que tudo corra em paz e para alcançar e manter essa paz é capaz de grandes esforços já que ela é fundamental para que se sinta em harmonia consigo mesmo e com o mundo exterior.
Para o libriano o mundo deveria ser equilibrado, perfeito, simétrico e harmonioso.
Acredita na justiça e na igualdade e por causa disso tende a se decepcionar muitas vezes durante sua vida devido as imperfeições humanas.
Na ansiedade de encontrar o amor e, principalmente na ânsia de ser amado, o libriano pode esquecer-se de cultivar o primeiro amor de sua vida que é a autoestima e somente a partir do momento em que desenvolva essa autoestima, que deve ser, tanto quanto possível, baseada na sua integridade e estrutura interior e não na dependência de terceiros ou em projeções, é que poderá se sentir em harmonia consigo mesmo e com o mundo.
Sua forma de pensar tende a ser fria e imparcial, voltada a pesar e avaliar idéias e princípios opostos com o objetivo de encontrar a solução correta.
O Libriano abomina a injustiça e sua vontade é pesar e julgar todas as coisas com total justiça. Sendo assim, é incapaz de tomar decisões precipitadas, o que, se por um lado é bastante positivo, por outro pode levara perder um tempo precioso.
Quer se realizar intelectualmente, gosta das artes e de rodear-se de pessoas refinadas e honestas. Detesta discussões e prefere conversar sobre as coisas e raciocinar em conjunto.
O nascido durante o "reinado" do signo de Libra, se o mapa de nascimento não tiver indicativos opostos, percebe de forma intuitiva que qualquer idéia antes de ser expressa deve ser cuidadosamente analisada, pois dependendo de como é apresentada, pode ser aceita, ou não e quanto mais delicada a questão, mais refinamento coloca ao elaborá-la antes de comunicá-la Librianos gostam de expor suas idéias já que necessitam da opinião alheia, já que o outro é quem apontará outros ângulos da questão.
Seu potencial de comunicação é, em geral, canalizado para os relacionamentos, o que faz com que possua um talento inato não só para expor suas idéias como para ouvir o que o outro tem a dizer, acatando e mudando sua opinião de forma a conciliar os vários ângulos das mais diversas questões.
No entanto, fazer pouco uso de suas aptidões mentais e/ou o seu desejo de perfeição pode fazer do libriano uma pessoa de convivência difícil.
Como tem curiosidade a respeito da maneira de pensar e de se comportar dos outros, pode se sair bem em atividades que envolvam a psicologia, diplomacia e demais relações humanas.
Fisicamente os pontos vulneráveis das pessoas do signo de Libra são: Região Lombar em especial Rins, Pâncreas, Ovários e segmento lombar da coluna vertebral.


O Conselho é: Não se envolva em relacionamentos a ponto de esquecer de si mesmo; não perca de vista seus próprios sonhos e ideais.